Tag Archives: Trabalho

Ralando no Japão

3 fev

 

Vira e mexe sai uma reportagem interessante falando de como é realmente viver e trabalhar no Japão. Algumas vezes o texto deixa em aberto se a experiência é válida ou não. Na internet é possível encontrar muitos blogs de dekasseguis que relatam seu dia-a-dia, descrevem sua rotina e expõem seus pensamentos e conclusões sobre esse tema com sinceridade e precisão. Contudo, é difícil encontrar textos endosados pela impressa brasileira e publicados em larga escala para o público leigo.

A dica de leitura vai para Ralando no Japão, um diário escrito pelo repórter Maurício Horta narrando sua experiência no arubaito japonês. Se você está pensando em vir ao Japão trabalhar temporariamente, geralmente no período de férias, é bom dar uma lida em textos como esse para não levar muitos sustos. Não estou falando do Japão ou até mesmo do serviço em fábrica, mas sim da realidade das pessoas por aqui.

A Angústia

O dia na fábrica é eterno. A hora e meia do primeiro turno matutino flui como um aquecimento. Passa o primeiro intervalo e, diante da oferta do almoço, o trabalho não parece tão difícil. Mas nada nos espera senão as frituras do bandejão – aqui não tem sushi nem sashimi. Prato A, prato B, curry ou udon. No turno da tarde, o tédio torna-se implacável. Nessas horas, Iraci canta para si mesma músicas do padre Marcelo Rossi enquanto aperta parafusos de contadores de moedas; Danila, que está na linha há 6 anos, atrai os meninos com gracinhas, enquanto parafusa tocadores de dvd; Robô provoca os camaradas do depósito e Arnaldo põe-se a falar sem parar. Na linha de montagem, Henry Ford divorciou a atividade manual da intelectual. O operário não precisa pensar, só repetir operações predeterminadas. Para o arubaito, passar 6 dias por semana sem usar a cabeça é uma angústia insustentável. Repete-se a palavra motainai – “desperdício”. Que livro poderia ler enquanto encaixo o 1 800º processador? Sobre o quê poderia conversar enquanto sou obrigado a ouvir mais um causo de Votuporanga?

Buscando Empregos no Japão (em inglês)

1 fev

Devido à minha enorme empatia pelos desgostosos com o atual emprego, e também por aquelas almas desesperadas em conseguir uma colocação no mercado, estou postando algumas dicas úteis.

Uma coisa que ninguém pode reclamar é que não tem trabalho no Japão. O país é a capital do trabalho, todo mundo come, respira, veste e dorme trabalho 7 dias por semana. A questão : o que é preciso para se conseguir um bom trabalho no Japão? Continue lendo

Cartilha Consular e Guia para Trabalhadores Nikkeys

19 jan

 

Nunca é demais ter livros, guias ou cartilhas que contém informações a respeito dos seus direitos, deveres e benefícios. Muitos brasileiros se envolvem em problemas legais simplesmente por desconhecimento das regras. Geralmente os japoneses fazem questão de explicar tudo nos mínimos detalhes para que não haja confusão, porém essas explanações são dadas em japonês (obviamente).

Seja na hora de reaver seus direitos em uma demissão, pagar o médico, sofrer um acidente e até mesmo ter dúvidas quanto a impostos e afins a maneira de proceder está descrito em português nesses dois livretos que estão na imagem acima e que são gratuitamente distribuídos a trabalhadores brasileiros pelo Consulado-Geral do Brasil em Tóquio.

Não se deixe levar por comentários e falâncias de pessoas desinformadas ou mal-intencionadas. Informe-se sobre seus direitos e obrigações e contribua para melhorar nossa imagem na terra do sol nascente.

Empregos no Japão

14 jan

Não são poucas as vezes em que questões relacionadas a emprego, ou falta do mesmo, nos tiram o sono e nos enchem de preocupações. Mesmo quando devidademente empregados e trabalhando temos dúvidas se tudo está valendo apena. Às vezes chegamos à conclusão que devemos mudar o rumo. Nem que para isso tenhamos até que mudar de país.

A grande maioria dos brasileiros residentes no Japão geralmente deixa seu país natal por causa de problemas relacionados com desemprego, qualidade de vida, segurança e afins. Mas de todos os fatores, o trabalho é o principal. Maior renumeração, melhores condições de trabalho e melhoria no estilo de vida. Os atrativos para se trabalhar no Japão são muitos. Mesmo com o sobe e desce da economia japonesa, o país ainda continua forte e com boas oportunidades de emprego, mesmo para aqueles que não conhecem a língua direito.

Continue lendo