Hiroo Onoda, o soldado que não se rendeu

19 nov

Acabo de postar um texto sobre Hiroo Onoda, o lendário soldado japonês que continuou lutando por 30 anos após o término da Guerra. Interessantíssimo!

For anos a fio, Onoda conseguiu escapar do exército americano, das tropas filipinas, da polícia, de fazendeiros locais e ainda não se deixou seduzir pelas mensagens panfletadas em japonês informando o fim da guerra. Em 1960, Onoda foi considerado oficialmente morto pelo Governo Japonês. Mas isso não impediu que excursões japonesas saíssem a sua procura, chamando-o com o auxílio de amplificadores.

O post você confere na íntegra visitando o famoso “Brasil com Z”.

Boa viagem!

4 Respostas to “Hiroo Onoda, o soldado que não se rendeu”

  1. Marco Polo 22/11/2010 às 09:26 #

    Muito massa!

  2. Ingrid 28/11/2010 às 04:31 #

    Olá!
    gostei do seu blog e o adicionei no site Mundo Pequeno ok!
    qualquer dúvida pode entrar em contato!

  3. milleonaria 30/11/2010 às 09:48 #

    Olá! Gostei muito do seus posts! Estava lendo sobre empregos no Japão pois sou sansei e estou tentando criar coragem de me desgarrar do Brasil e me lançar pro Japão em busca de autoconhecimento, novas experiências, amadurecimento, em fim… quem sabe até conseguir algo na minha área, e por isso vim parar aqui no seu blog. =P Gostaria muito de conversar com vc e trocar algumas ideas se possível, se vc tiver disponibilidade, vontade e paciência…🙂 Obrigada e parabéns pelo blog super legal! (mi)

    • ShigueS 30/11/2010 às 10:22 #

      Oi Mille! Obrigado pelos elogios. Vou entrar em contato sim!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: