Tokyo Game Show 2010

20 set

Encerrou-se hoje a edição de 2010 do Tokyo Game Show, um dos maiores e mais importantes eventos da indústria de jogos eletrônicos do mundo. Para quem é chegado em jogos, o evento é praticamente uma Las Vegas dos Games, com muitas luzes e mulheres bonitas por todos os lados. Imagine se eu ia perder essa!

Quem me conhece sabe que “viciado” é pouco pra definir o quanto gosto de games. Apesar de ter sido a primeira vez que participei do evento, me senti em casa no meio de tantos jogos. Acordar relativamente cedo no final de semana, pegar trem até outra cidade, enfrentar fila sob um sol escaldante e lutar com a multidão em busca de um lugar para ver os jogos é coisa de fã. Esperar 40 minutos numa fila para jogar 5 minutos um jogo com tecnologia de ponta não tem preço (na verdade tem, mas é bem caro).

Existem centenas de sites especializados pela internet cobrindo cada detalhe da TGS. Por isso não vou fazer resenha dos novos jogos e tecnologia por que é muita coisa e vai muito de gosto pessoal. Vou relatar minha experiência e o que me chamou mais a atenção. Partindo da máxima:

Qual é o video-game mais interessante para comprar agora?

Qualquer muleque de 10 anos sabe responder essa (provavelmente o PS3), mas a verdade é que são muitos os fatores a serem considerados na hora de se escolher um video-game. Meu último console foi um Mega-drive, ainda na saudosa adolescência dos video-games, pelos idos de 90. Desde lá tenho mantido a “tradição” pelo PC. Mas novas tecnologias e jogos exclusivos tem me chamado a atenção para os consoles de útima geração (Xbox, PS3 e Wii, principalmente). Principalmente depois da TGS. Vamos lá então:

Playstation 3 (Sony)

Certamente o mais famoso da nova geração e o sonho de consumo de muitos. O PS3 é a terceira geração de uma linha revolucionária no mundo dos games. O primeiro Playstation simplesmente ressuscitou a indústria e foi o responsável pela popularização dos games pelo mundo. A grandiosa fabricante Sony não poupou esforços em produzir essa verdadeira máquina, que tem o processador gráfico mais possante dos atuais video-games, além de ter suporte para assistir Blue-ray, muito antes do formato ser definido como padrão no mercado. Dizem que a Sony arca com prejuízo toda vez que vende um PS3, pois o aparelho vale muito mais que o preço que estão pedindo (uma medida para alavancar as vendas e combater os rivais, mais baratos).

Novidades: A Sony está lançando dois novos produtos para o PS3. O primeiro é o “Move“, espécie de controle sensível ao movimento e que traz toda uma nova linha de jogos. Uma clara resposta à fama dos controles do Wii. Pessoalmente, não fiquei nada impressionado com o “Move”, já que a única diferença do Wii será nos gráficos mais requintados.

A segunda grande novidade da Sony é a tecnologia 3D. A grande sensação do momento aqui no Japão são os monitores e televisores 3D, aqueles que você coloca um óculos e vê a imagem em profundidade. Experimentei pelo menos 3 tecnologias diferentes e a da Sony até agora é a mais interessante. As produtoras já estão utilizando a tecnologia em novos jogos que serão lançados em breve (no PC já existem alguns jogos assim). O ponto forte do PS3 é que os consoles já tem capacidade para projetar jogos e provavelmente filmes em 3D. Se você possui um PS3, tudo o que precisa é de um monitor que suporte essa tecnologia e um óculos especial. Os destaques ficam para os jogos Gran Turismo 5 e Gears of War 3. Formidáveis!

Depois da demonstração de sua tecnologia 3D, a Sony deu de brinde os óculos 3D.

Xbox (Microsoft)

Sem via de dúvidas o estande do Xbox era um dos mais bonitos da TGS. O grande lançamento é o “Kinect“, o controlador sem controles da Microsoft. Diferente dos controles do Wii ou do “Move”, o “Kinect” usa um complexo sistema de captura de vídeo e os reproduz nos jogos sem a necessidade de ter um controle nas mãos. Alguns jogos projetam a imagem do jogador no meio dos gráficos, o que é muito interessante. Na minha opinião, o “Kinect” foi o grande lançamento do evento e o que mais me impressionou. Apesar da escassez de jogos, o controle promete uma revolução na maneira como jogamos de agora em diante.

O “kinect” estará a venda no final do ano e poderá ser adquiro junto com o console Xbox, que também ganhou upgrades. Talvez a maior barreira que o aparelho vá enfrentar no Japão é a falta de espaço no apartamento dos gamers. Para jogar confortavelmente, calculei que pelo menos 3 metros de área livres são necessários. É praticamente metade de um cômodo em Tóquio, além que os japas não costumam deixar muito espaço aberto em casa.

Preparem os bolsos. Kinect começa a ser vendido ainda esse ano!

Nintendo

Pois é, nada de Nintendo na TGS 2010. Ouvi um boato que a gigante teria entrado em atrito com a organização da TGS e por isso estaria fora. Isso ou também por que não tem sentido em participar de um evento sendo que se tem um próprio. Muitos ficaram decepcionados em não poder ver de perto o novo Nintendo 3DS, o portátil que promete mostrar imagens 3D sem a necessidade dos óculos especiais.

A Nintendo vem conquistado um vasto território na indústria dos games, com seu Wii batendo recordes de vendas no Japão e EUA. O Nintendo DS é tão comum por aqui que as pessoas nem dão bola. A grande sacada da empresa foi vender aparelhos com menos poder gráfico e com mais apelo familiar. Jogos em grupo e fáceis de jogar fizeram a diferença e conquistaram pessoas que não tem nada a ver com a violência e velocidade dos games hardcore.

Opinião

Apesar de ter me interessado muito pelo Kinect, a falta de espaço em casa e o fato de ter que ficar pulando e socando o ar por horas me faz pensar um pouco melhor. Além do que é um produto Microsoft, empresa cuja qual qualidade desconfio completamente. Presenteei meu irmão com o Wii e, apesar de bobinho, é muito divertido e todo mundo pode participar. Porém não faz meu estilo de jogo (falta violência e velocidade). O que me deixa com a última opção: PS3. Blu-ray, gráficos 3D, vasto catálogo de jogos e um único problema: caríssimo. Afinal vou precisar de um monitor 3D para usufruir de todos os benefícios. Está difícil!

Acho que vou usar metade dessa grana toda para fazer uns upgrades no meu PC mesmo. Sai mais barato.

Outras novidades

Outra coisa que me chamou muita atenção foi o “AR.Drone, o video-game voador”. Um Quad-helicóptero equipado com 2 câmeras e controlado por iPhone, iPad ou iPod via wi-fi. O aparelho permite visualizar o trajeto pela câmera, além de trazer jogos pela “realidade aumentada”. Apesar do preço ser bem salgado (por volta de U$300), o AR.Drone permite apenas 15 minutos de vôo e seu alcance é de 6 metros.

Também reparei que muitas empresas começaram a investir pesado em jogos para iPhone e iPad. Havia uma estande só para demonstração de novos jogos, a maioria voltado para o público japonês. Jogos para o sistema Android também estavam presentes e haviam muitos jogos experimentais.

Muitas, muitas escolas de games. Algumas tinham estandes impressionantes e entregavam brindes bem produzidos. Parece que a demanda por cursos técnicos assim é grande por aqui. Também pude ver alguns trabalhos de alunos e fiquei impressionado com a qualidade. Não é a toa que o Japão é o berço dos jogos eletrônicos.

Japinhas

E por último, o segundo maior motivo do povo gamer largar o joystick para ir num evento de games: japinhas super-sexys vestidas para matar. Tem gente que diz que o nível das garotas do Japão é um dos mais altos do mundo, até melhor que as americanas do E3. Além das lindas modelos, haviam também muitas garotas fazendo o tradicional Cosplay. Algumas de parar o trânsito, literalmente.

Se você quer ver mais fotos do evento, clique na foto acima. Não há muitas pois era proibido fotografar lá dentro. Mesmo assim ainda consegui algumas fotos legais.

Fin

Como em todo evento. Voltei abarrotado de sacolas e panfletos. Ainda não vi nem 10%, principalmente por ser tudo em japonês. Mas o material é interessantíssimo. Como é bom ser otaku no país dos otakus. Não é?

Anúncios

3 Respostas to “Tokyo Game Show 2010”

  1. Vibe 21/09/2010 às 19:42 #

    Otimo Post!
    Só uma correção, Gears of War 3 é para Xbox360.

    Posso imaginar quantas horas você perdeu em filas, só de pensar ja fico cansado hehe.

    • ShigueS 22/09/2010 às 00:19 #

      Na verdade eu evitei as filas. Fiquei mais assistindo e mesmo assim não deu tempo de ver tudo. Muita coisa!

      De acordo com o panfleto da Sony que recebi, o Gears of War 3 está listado como lançamento do PS3. Tem certeza disso?

  2. Vibe 22/09/2010 às 05:44 #

    Absoluta! tanto Gears of War 1 e 2 são exclusivos de xbox 360, o mesmo será com o 3.
    Site oficial > http://gearsofwar.xbox.com/default.htm

    Bom, entre os três consoles sou mais o Playstation 3 mesmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: