徳川家康行列 2008 – Um dia de samurai

29 abr

Essa foi a experiência mais emocionante que tive no Japão até agora, foi um sonho de infância realizado! Não consigo nem descrever como foi legal vestir uma armadura de verdade e desfilar em meio a um exército samurai “quase legítimo”, isso por que haviam alguns samurais falsificados no meio.

Meu dia começou cedo, muito cedo, na verdade praticamente não dormi. Era 5h da manhã quando meu celular dispertou, a toa, pois já estava acordado fazia tempo. Estava preocupado pois ainda estava em Tóquio e não havia nem comprado a passagem de trem ainda. Eu deveria estar em Okazaki às 9h do mesmo dia, então saí desesperado atrás do primeiro shinkansen para Aichi.

bate-e-volta: 5 horas viajando à velocidade da bala pelo Japão num único dia. Na foto o dia amanhece na plataforma do shinkansen em Tóquio e anoitece em Nagóia.

Como o evento foi no domingo não tive escolha a não ser ir e voltar no mesmo dia. Nesse caso não tinha muitas opções além do caríssimo trem-bala. Lá se foram as economias que estava guardando para minha mudança em Tóquio. Mas como disse uma amiga: dinheiro agente ganha de novo, agora um experiência assim às vezes só acontece uma vez na vida.

Sakae-san dá as explicações finais antes de seguirmos para o centro poli-esportivo de Okazaki, onde estão as armaduras.

Por pura sorte, vontade do destino ou conspiração do universo deu tudo certo e eu cheguei a tempo. Já estavam todos me esperando e assim embarcamos no ônibus e fomos ao local onde todos os mais de 1000 participantes estavam se reunindo e se preparando para o dia.

O primeiro susto foi ver a armadura ao vivo, mesmo todo dobrado o conjunto emitia uma forte presença.

Chegamos e encontramos os uniformes dobrados já na posição certa para o desfile. Muitos participantes já estavam vestidos e brincando um com os outros, mesmo os mais velhos viraram crianças e se batiam com as armas enquanto davam largas risadas. As crianças eram as mais assediadas para fotos, a roupa delas era fantástica!

Um servo amarra minhas sandálias enquanto me preparo para a guerra. Essa vida de general cansa sabia?

Todo afobado fui logo arrancando a roupa ali mesmo e vestindo a armadura. Para meu espanto eu pude apenas colocar a camada de baixo, que é um tipo de kimono longo, branco. O restante do conjunto é virtualmente impossível de se vestir sozinho. Há amarras por todos os lados, principalmente nas costas. Fora que levou uns bons 15 minutos só para me vestir, isso com duas pessoas me ajudando. Impressionante a simplicidade com que a roupa se encaixava. Simples e esteticamente indecifrável. Muitos detalhes em seda e motivos decorados com o brasão da família.

Minha vez de bancar o samurai e ficar batendo nos outros com minha espada. Todo mundo ficava espantado com meus longos chifres. Calma aí! Chifres no oriente significam fúria, o que serve para botar medo nos inimigos. Não pensem besteira hein!

Dalí subimos novamente nos ônibus e fomos ao local de início do desfile, onde posamos para fotos com as pessoas. Alí houve uma celebração de abertura e um culto xintoísta pregando a paz e o sucesso do desfile. Todos assumiram suas posições e o desfile teve início finalmente.

“Mas que diabos, eu jurava que havia um castelo por aqui em algum lugar!” ou “Pow, onde está mamãe para me ver no triunfo?”

O auge do desfile, para mim, foi quando passamos em frente à prefeitura onde estavam pessoas importantes da cidade e muitos moradores e visitantes. Nessa hora uma voz anunciava o nome do lorde que eu estava revivendo no momento e falou “Esse é Ii Naomasa, interpretado por Gabriel Shiguemoto”. Poxa, cadê minha mãe nessas horas?

Os arcabuzeiros do meu pelotão disparam contra o inimigo. Avancem akaoni! Lutem por Tokugawa!

O evento foi muito bacana, bem completo. Gueixas, samurais, ninjas e trilha sonora. Enquanto andávamos haviam alguns participantes que faziam o papel dos inimigos do Shogum e apareciam para nos atacar. Inclusive muitos ninjas pulavam do meio da multidão para tentar atrapalhar o desfile. E o público delirava!

O grupo dos samurais falsificados. Brasileiros, chilenos, peruanos, americanos, canadenses, taiwaneses, poloneses e outras nacionalidades que não me lembro. Mas acho que deu pra ver que era uma miscelânia de etnias não?

É claro que eu postei as imagens onde EU apareci. Afinal é o que interessa, certo? Brincadeiras a parte, estarei complementando o post com mais imagens do desfile à medida em que for recebendo mais fotos. Ainda teve uma série de apresentações e eventos paralelos além do desfile, como o matsuri, demonstração de cavalaria e outras coisas bacanas.

Ao pôr-do-sol o bravo samurai se prepara para duelar contra seu maior inimigo: o abminável dedo-na-lente-da-câmera!

Obrigado a todos que me ajudaram nessa e o pessoal que leu tudo até aqui. Continuem viajando comigo nessa terra de samurais, ninjas e gueixas. Um abraço!

4 Respostas to “徳川家康行列 2008 – Um dia de samurai”

  1. TIAGO 29/04/2008 às 15:59 #

    Ahhhh! Oquei, fiquei com inveja, tá feliz?🙂

  2. Priscila 29/04/2008 às 16:24 #

    Oi, Gabi!

    Uauu… nunca pensei que fosse ter um amigo samurai.. rs

    Mto legal essa sua aventura e acredito que suas economias gastas com o trêm bala valham mto a pena, afinal vai saber qdo terá uma oportunidades destas depois?!

    Esta penúltima foto ficou mto boa, vc ficou com cara daqueles samurais que vemos nos filmes, ficou parecendo mesmo um deles. Gostei!

    E vc poderia descrever num próximo “post” como foi sua aventura em andar no famoso trêm bala, colocar algumas fotos dele por dentro e matar nossas curiosidades de conhecê-lo.

    Qdo fizer isto, se fizer, não esqueceça de me avisar, hein?!

    Boa Sorte pra vc em sua jornada pelo Japão e não esqueça de mandar notícias SEMPRE!

    BEIJOS, OU COMO ELES DIZEM POR AÍ: 接吻

    Pri.

  3. persistenciadamemoria 30/04/2008 às 13:53 #

    Nao acredito nos meus proprios olhos.
    Um amigo samurai!
    Estou orgulhosa de vc!=)

    Jah te falei que sempre sonhei em ser uma gueixa?
    (vc poderia escrever sobre ela, nao?)
    Quem sabe um dia vou nesse desfile tbm!
    Bjinhos

  4. 山本英子 02/05/2008 às 04:54 #

    Nossa, tava com muita curiosidade sobre como foi esse dia. Que emocionante vestir um 鎧! Ainda mais vermelho! Kakkoii!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: