Espírito Olímpico Chinês

16 mar

Está ocorrendo nesse momento uma série de confrontos no Tibet em decorrência de distúrbios causados pela manistação contra a ocupação chinesa no país, ocorrida em 1951. O exército chinês impôs toque de recolher, mandou turistas embora, proibiu a imprensa de cobrir os acontecimentos e está patrulhando as ruas atrás de agitadores.

Tudo começou na cidade de Lhasa, no mosteiro de Jokhang quando monges budistas resolveram protestar, relembrando o 49º aniversário da malsucedida insurreição contra a dominação chinesa. A manifestação, pacífica, já durava havia alguns dias quando simpatizantes tibetanos aderiram e resolveram colocar um pouco de tempero na coisa toda. De acordo com as autoridades chinesas, a turba insurgiu contra forças policiais chinesas, destruindo viaturas e saqueando lojas pertencentes a chineses. Houve confronto e pessoas morreram.

Eu não sei se é por causa da proibição da imprensa, mas as informações são muito poucas e confusas. Ao que tudo indica morreram pelo menos 10 pessoas; de acordo com a “República” da China, todas chinesas linchadas pelos manifestantes tibetanos. Por outro lado, os tibetanos dizem que as tropas chinesas usaram demasiadamente a força e mataram pelo menos 100 pessoas. Quem está com a razão ninguém sabe por enquanto, uma vez que o país vermelho controla a informação, quem entra e quem sai da cidade e cortou grande parte dos meios de comunicação. O que é certo é que há dezenas de feridos.

O que eu acho incrível nisso tudo é o absurdo da situação. Primeiro: o que diabos a China está fazendo no Tibet? Tem petróleo lá? Estive fazendo uma pesquisa mas ainda não cheguei a nenhuma conclusão, já que os fatos mudam de acordo com a fonte. Outra coisa é: Para um país que está tentando melhorar sua imagem perante o mundo, a China não está se saindo muito bem. Aqui na Ásia está o maior auê por causa das olimpíadas em Pequim. O governo chinês espera faturar alto com o aumento do turismo e a exibição da cultura chinesa para o globo, uma vez que eles despontam cada vez mais como o próximo império a dominar nós todos.

Todo mundo acha um absurdo a guerra no Iraque e tudo mais, mas poxa, lei marcial num país de monges? Genocídeos, estrupos, destruição de monastérios seculares e manobras para acabar com a cultura de um povo que prega a paz? Acho isso tudo muito inacreditável. Estamos numa época de barbáries, mesmo sendo o século XXI. Talvez as primeiras palavras que todo mundo deveria aprender em mandarim sejam implorando misericórdia.

Para quem quiser saber mais, eu captei a matéria do site da FolhaOnline. Também há a sempre bem-vinda Wikipedia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: